A primeira vogal de seu nome pode revelar muito mais do que você imagina, inclusive o seu comportamento sexual. Conheça melhor sua intimidade erótica com as informações que seguem abaixo.

A – Se a primeira vogal do seu nome é A, você é um vulcão de emoções! Geralmente fala o que vem a mente. Não é do tipo que gosta de preliminares e não deixa nada para depois.

Mulher: ousada e vaidosa, está sempre pronta para um namoro rápido. Dá uma olhada nas informações de sites que estimulam suas fantasias. É do tipo que não demora para esquentar as turbinas. Sabe usar o poder de sedução que tem nas mãos.

Homem: adora descobrir o motivo daquele sorriso maroto que a namorada deu e aprecia quando ela conta suas fantasias eróticas. Não gosta de nada fácil e detesta mulher que só diz sim. Para ele, sexo é uma maneira de expressar o amor e romper barreiras.

E – Quem tem E como a primeira vogal adora falar palavras picantes no ouvido do parceiro e gosta de fazer amor no escurinho. Massagens, carinhos, beijos… nada disso cansa para quem tem essa letra. Você se molda nos mais diferentes lugares e nas mais variadas posições para agradar quem ama.

Mulher: usa todos os artifícios para esquentar a relação porque é muito criativa. Com você, vale tudo: torpedos, emails, fotos eróticas etc. A música na hora do amor serve como estimulante e não gosta de relacionamentos tipo “prisão”.

Homem: romântico e elegante, gosta do que é bonito. Bebidas suaves, como cerveja ou champanhe o excitam. Nada de pressões. Se a sua namorada tocar em assuntos do passado na hora “H” é motivo para acabar com todo o encantamento do momento.

I – Quem tem a primeira vogal I é discreto e misterioso. Não revela sua intimidade às pessoas, mas entre quatro paredes, vale tudo. Se desejar conquistar alguém com esta vogal é fácil, basta elogiar. Seu ponto fraco é o pescoço, tendões, orelhas e ombros.

Mulher: com jeito de pessoa bem comportada, ninguém imagina que é altamente sexual. Vai seduzir com roupas decotadas e transparentes que valorizam os seios (as roupas íntimas são de muito bom gosto).

Homem: aprecia o sexo e faz disso uma arte. Possessivo e ciumento, é instintivo, insinuante e espera que a mulher não seja uma feminista, mas caliente. Portanto, a mulher deve olhar nos olhos; nada de andar cabisbaixa. Ele adora um banho bem relaxante e beijos na boca bem demorados.

O – Quem tem O como a primeira vogal do nome é uma pessoa apaixonada, romântica e às vezes se faz de difícil. Só precisa tomar cuidado com a timidez. Ninguém imagina que você irá dar uma aula de sexo tântrico.

Mulher: cheia de idéias e fantasias, o que pode atrapalhar na hora do sexo é o excesso de críticas. Você não gosta de economizar no beijo e é do tipo de mulher que está sempre em movimento; às vezes, pode fazer o estilo quieta e, de uma hora para outra, ser mais voluptuosa. O pescoço é seu ponto fraco e os homens perfumados a deixam enlouquecida!

Homem: observador, vai saborear a perfeição de algum detalhe na sua parceira; dificilmente escapará disso, mesmo reconhecendo ser um defeito. Carinhoso, sabe agradar a sua companheira. Conhecedor das regras de etiqueta, para ele, mulheres em primeiro lugar nas preliminares. Adora as descobertas e sempre fica fascinado com parceiras imprevisíveis.

U – Essa é a vogal dos nomes das pessoas muito assanhadas e divertidas. O maior estímulo é desvendar os mistérios do sexo. Extravagantes e imaginativas, por baixo de uma aparência angelical podem ter pessoas cheias de segundas intenções.

Mulher: inventiva, tem uma agilidade mental fantástica, além de ter um verdadeiro arsenal para incrementar sua vida sexual. Às vezes pode pecar pelo excesso de sinceridade e ficar lembrando dos detalhes dos relacionamentos anteriores. Adora fazer surpresas e marcar encontros em lugares bem diferentes.

Homem: gosta de tudo na medida certa e está sempre esperando por uma mulher que tenha um sorriso nos lábios e faça surpresas. Adora ouvir as fantasias da parceira, mas é bom que fique bem claro: dividir ela com alguém, nunca. Nem pensar em modificar seus hábitos. Adora fazer amor em lugares onde tem água, como na praia.